sexta-feira, 7 de setembro de 2007

O tema e o orientador

Vou fazer posts específicos sobre a escolha do tema. Quando você começa a pensar sobre o que fazer, está em busca de um tema, que é este campo mais amplo onde se inscrevem os seus interesses. Deve estar relacionado ao seu universo de conhecimento básico, para ser apenas aprofundado, e deve ser prazeroso. Não esqueça que vai passar meses agarrado a este tema. Já que a monografia é obrigatória, pelo menos exerça a liberdade de escolher algo que lhe dê algum prazer.

Bem, mas entram aí as limitações institucionais. Você terá que ser orientado na produção da monografia. Os professores são em número pequeno, e alguns deles já têm orientandos na agenda. Além disso, nenhum professor vai se arriscar a orientar uma monografia que fuja completamente ao seu campo básico de conhecimento, o que estaria no limite da irresponsabilidade. Portanto, você vai ter que conjugar o seu interesse com a capacidade de orientação dos professores disponíveis. Talvez tenha que fazer, neste processo, algumas concessões: ou em relação ao objeto, ou teóricas, ou mesmo metodológicas. É bom lembrar que o Departamento de Comunicação permite que você busque um orientador em outro Departamento da UFRGS ou alguém que tenha título de mestre e seja cadastrado como orientador – o que aumentam as possibilidades de orientação.

De qualquer modo, ao iniciar a elaboração do tema, já avalie as possibilidades de orientação. É uma economia de esforços que pode evitar uma série de desgastes.

Nenhum comentário: